Safra de grãos pode chegar a 238,28 milhões de toneladas

08/11/2018

A safra brasileira de grãos 2018/2019 pode chegar a 238,28 milhões de toneladas, estima a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em relatório divulgado nesta quinta-feira (8/11), em Brasília (DF). Se confirmado, será um crescimento de 4,5% em relação à temporada 2017/2018, que, na avaliação da autarquia, terminou com 227,97 milhões de toneladas.

É o segundo relatório relativo ao novo ciclo, que está em fase de plantio. Na hipótese menos otimistas, a colheita da safra nova pode chegar a 233,68 milhões de toneladas, o que seria um crescimento de 2,5% em relação à safra passada.


“Esse resultado representa uma possibilidade de aumento na produção entre 5,7 e 10,3 milhões de toneladas. A soja e o milho devem permanecer como as principais culturas produzidas no país. Os dois produtos correspondem a quase 90% do que é produzido”, pontua a Conab, no relatório.

A produção de soja, na melhora das hipóteses da Companhia, deve permanecer praticamente estável na comparação com a safra passada e chegar a 119,26 milhões de toneladas. O outro cenário é mais pessimista, Prevê uma queda de 2,5%, com uma colheita de 116,77 milhões de toneladas.

“As condições climáticas estão favoráveis, até o momento, especialmente para a soja. Para se ter uma ideia, mais de 80% da oleaginosa já foi plantada em Mato Grosso. Comparado ao mesmo período na safra passada, este índice estava em 40,5%”, diz a Conab, em comunicado, usando como referência o Estado líder na produção nacional.

No milho, a expectativa se mantém de crescimento. Somando os dois ciclos anuais da cultura, deve ser colhido um volume entre 90,01 milhões (+11,4%) e 90,95 milhões de toneladas (+12,6%). O ciclo de verão deve render entre 26,23 milhões (-2%) e 27,21 milhões de toneladas (+1,5%). Na segunda safra, a colheita é projetada em 63,73 milhões de toneladas (+18,1%).

“A primeira safra do grão também encontra um clima adequado. A área plantada em Minas Gerais, na época do levantamento, chegava a cerca de 45% da área total prevista e no Rio Grande do Sul a 70,4%”, avalia o órgão do governo federal.

Para o algodão, a Conab estima um crescimento expressivo no ciclo 2018/2019. A produção em caroço deve ficar entre 3,23 milhões e 3,5 milhões de toneladas, superando o ciclo anterior em algo entre 7,5% e 16,5%. No algodão em pluma, fica mantida a previsão de safra recorde, entre 2,15 milhões (+7,6%) e 2,33 milhões de toneladas (+16,5%).

“O algodão segue com o mercado favorável, impulsionando a elevação de área em relação à safra passada, podendo chegar a 1,4 milhão de hectares”, diz a Conab, no comunicado oficial.

A safra de feijão tende da estabilidade para a alta, considerando os três ciclos anuais das variedades cores, preto e caupi. A estimativa é de uma colheita entre 3,11 milhões (+0,1%) e 3,17 milhões de toneladas (+1,9%), com redução no primeiro ciclo e aumento da produção nos dois seguintes.

Nas melhores hipóteses consideradas no relatório, a primeira safra de feijão deve render 1,14 milhão de toneladas, redução de 10,5% em relação ao mesmo período na temporada passada. Já a segunda safra deve render 1,28 milhão de toneladas (+6,1%) e a terceira, 738,1 mil toneladas (+20,1%).

Já na produção de arroz, a tendência é de queda, de acordo com os técnicos do governo. Considerando as lavouras irrigadas e de sequeiro, deve ser colhido um volume entre 10,99 milhões e 11,81 milhões de toneladas. A safra 2017/2018 foi estimada pela Companha Nacional de Abastecimento em 12,06 milhões de toneladas.

Cultura de inverno

Nas culturas de inverno, ainda na fase de colheita da safra deste ano, o relatório divulgado nesta quinta-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento apenas repete os números. Na principal dessas lavouras, a do trigo, a estimativa é de 5,53 milhões de toneladas.

A área total a ser plantada com grãos no país na safra 2018/2019 é estimada pelos técnicos do governo entre 61,89 milhões e 63,11 milhões de hectares. No limite superior, seria um crescimento de 2,2% em relação à temporada 2017/2018, quando foram plantados 61,73 milhões de hectares.

Autor: POR RAPHAEL SALOMÃO

Fonte: Revista Globo Rural

URL: https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/noticia/2018/11/safra-de-graos-20182019-pode-chegar-23828-milhoes-de-toneladas.html

TOPO